sábado, 30 de julho de 2016

Segunda-feira, 22 de maio de 1944




O Diário de Anne Frank


Segunda-feira, 22 de maio de 1944


Querida Kitty


No dia 20 de maio, papai perdeu cinco garrafas de iogurte numa aposta contra a sra. Van Daan. A invasão não aconteceu; não é exagero dizer que em toda a Amsterdam, toda a Holanda, na costa oeste da Europa inteira e até na Espanha, não se fala de outra coisa a não ser da invasão. Dia e noite se discute, se aposta e... se espera.
A expectativa está atingindo o clímax. Não pense que todos os considerados "bons" holandeses conservaram a fé nos ingleses; não são todos os que acham que o blefe inglês é golpe magistral de estratégia! Nada disso. O povo quer ver as realizações, as grandes e heróicas realizações. Ninguém enxerga além do próprio nariz, ninguém pensa que os ingleses lutam pela própria pátria e pelo próprio povo, todos acham que eles têm o dever de salvar a Holanda e tão depressa e tão bem quanto lhes seja possível.
Que obrigações têm os ingleses para conosco? O que foi que os holandeses fizeram para se tornar credores do auxílio incondicional que, explicitamente, parecem esperar? Ora, os holandeses estão redondamente enganados; apesar de todo o blefe, os ingleses não merecem maiores censuras do que todos os outros países, grandes ou pequenos, que estão sob ocupação. Os ingleses não têm que nos pedir desculpas mesmo que os culpemos de haverem dormido enquanto a Alemanha se rearmava. Todos os outros países, principalmente os limítrofes com a Alemanha, também dormiram. Nada lucraremos com essa política de avestruz. A Inglaterra e o resto do mundo estão vendo isso e vendo bem até demais, e todos, um por um, incluindo a própria Inglaterra, vão ter que fazer sacrifícios pesadíssimos.
País nenhum há de sacrificar seus homens gratuitamente, e muito menos no interesse de outros. Por que o faria a Inglaterra? A invasão virá um dia, com a libertação e a liberdade, mas a Inglaterra e os Estados Unidos é que indicarão o dia, não os países ocupados.
Ficamos horrorizados ao saber que mudou a atitude de muita gente a respeito de nós, judeus. Ouvimos dizer que o anti-semitismo existe agora em rodas onde jamais haviam pensado em tal coisa. Essa notícia nos abalou profundamente. A causa desse ódio aos judeus pode ser compreensível, humana às vezes, mas boa, nunca. Os cristãos culpam os judeus de revelar segredos aos alemães, de trair seus benfeitores e pelo fato de através deles, judeus, muitos cristãos terem sofrido castigos horríveis e um destino pavoroso.
Tudo isso é verdade, mas é preciso encarar as coisas pelos dois lados. Como os cristãos se teriam comportado em nosso lugar? Os alemães têm meios de fazer as pessoas falar. Pode uma criatura, em suas mãos, conservar-se calada? Todos sabem que isso é praticamente impossível. Por que querem, pois, exigir o impossível dos judeus?
Correm boatos nos círculos do underground de que os judeus que imigraram para a Holanda e estão agora na Polônia não poderão voltar para cá. Já tiveram direito de asilo na Holanda, mas, quando Hitler se for, terão que voltar à Alemanha.
Ouvindo isso a gente fica pensando se há razão para se agüentar esta guerra longa e difícil. Não cansam de propalar que estamos lutando juntos pela liberdade, pela verdade e pelo direito. Pelo que se está vendo, mesmo durante a luta, chegarão à conclusão de que o judeu, ainda uma vez, vale menos que o outro. Oh, é triste que mais uma vez se confirme a velha verdade: "O que um cristão faz é responsabilidade sua, o que um judeu faz é lançado ao rosto de todos os judeus".
Não posso compreender como os holandeses, gente boa, honesta, direita, nos julguem desse modo, nós, que somos o mais oprimido, o mais infeliz, talvez o mais lamentável de todos os povos do mundo.
Só espero que seja passageiro esse ódio aos judeus e que os holandeses nunca vacilem nem percam o senso de justiça. Porque acho o anti-semitismo muito injusto!
Se essa ameaça terrível se realizar, então o infeliz grupinho de judeus que ainda resta terá que deixar a Holanda. Nós também teremos que nos mudar, outra vez, carregando nossos pertences e deixando este lindo país que nos deu tão calorosas boas-vindas e agora nos volta as costas.
Eu amo a Holanda. Eu, que, não tendo país natal, esperava que a Holanda pudesse se tornar minha pátria. Ainda tenho esperança de que assim seja.

Sua Anne.








Links:


Sanderlei Silveira (Website)

Conheça seu Estado - História e Geografia

Poesia em Português, Inglês, Espanhol e Francês

Áudio Livro

Livros Online

Obra completa de Machado de Assis

Billboard Hot 100 - Letras de Músicas | Song Lyrics - Songtext - Testo Canzone - Paroles Musique - 歌曲歌词 - 歌詞 - كلمات الاغنية - песни Текст

Educação Infantil - Vídeos, Jogos e Atividades Educativas para crianças de 4 à 11 anos

Língua Portuguesa e Atualidades

Arte e Estética

Santa Catarina - Conheça seu Estado

São Paulo - Conheça seu Estado

Paraná - Conheça seu Estado

Mato Grosso do Sul - Conheça seu Estado

Bíblia Online

O Diário de Anne Frank

Macunaíma - Mário de Andrade

Dom Casmurro - Machado de Assis

Quincas Borba - Machado de Assis

Memórias Póstumas de Brás Cubas - Machado de Assis

Esaú e Jacó - Machado de Assis

Mein Kampf - Adolf Hitler

Cinco Minutos - José de Alencar

O Triste Fim de Policarpo Quaresma - Lima Barreto

História em 1 Minuto

TOP 10: PDF para Download - Domínio Público


Livros em PDF para Download

Eça de Queiros - Livros em PDF para Download

Jane Austen - Livros em PDF para Download

José de Alencar - Livros em PDF para Download

Machado de Assis - Livros em PDF para Download

Virginia Woolf - Livros em PDF para Download

William Shakespeare - Livros em PDF para Download

Mein Kampf - Adolf Hitler - Download PDF Livro Online

O Alienista - Machado de Assis - PDF Download Livro Online

O Diário de Anne Frank - Download PDF Livro Online

TOP 50:


As festas populares no estado de São Paulo

Assalto - Carlos Drummond de Andrade

Atividades extrativistas do estado de São Paulo - SP

As festas populares no estado do Paraná - PR

Áreas de preservação no estado de São Paulo - SP

Gonçalves Dias - Marabá - Poesia

O tropeirismo no estado do Paraná - PR

Macunaíma - Mário de Andrade - PDF Download Livro Online

Bacias hidrográficas do estado de São Paulo - SP

Atividades extrativistas no Paraná - PR

Os imigrantes no século XIX e XX no estado do Paraná - PR

Atividades extrativistas do Mato Grosso do Sul - MS

As atividades econômicas do estado de São Paulo - SP

As festas populares do estado de Mato Grosso do Sul - MS

Biomas brasileiros - SC

Atividades extrativistas de Santa Catarina - SC

Religião – Idade Antiga (História em 1 Minuto)

A população africana e a escravidão no Paraná - PR

Os imigrantes no estado de Santa Catarina no século XX - SC

Áreas de preservação Ambiental no estado de Santa Catarina - SC

As comunidades quilombolas no Mato Grosso do Sul - MS

O relevo do estado de São Paulo - SP

As atividades econômicas do estado do Paraná - PR

Esaú e Jacó - Machado de Assis - PDF Download Livro Online

Áreas de preservação Ambiental no estado de Mato Grosso do Sul - MS

Memórias Póstumas de Brás Cubas - Capítulo 160 - Das Negativas (Machado de Assis)

Os biomas no estado do Mato Grosso do Sul - MS

A urbanização no estado de São Paulo no início do século XX - SP

A organização do espaço geográfico brasileiro

A poluição do rio Iguaçu (maior rio do Paraná) - PR

Clima e relevo do estado do Paraná - PR

As atividades econômicas no estado de Santa Catarina - SC

Áreas de preservação do estado do Paraná - PR

O Humanitismo - Capítulo 117 - Memórias Póstumas de Brás Cubas - Machado de Assis

As comunidades quilombolas no estado de Santa Catarina - SC

Vegetação nativa do estado de Santa Catarina - SC

As comunidades quilombolas no estado de São Paulo na atualidade - SP

Os índios Xetá no estado do Paraná - PR

Bacias hidrográficas de Santa Catarina - SC

Rio Iguaçu e sua importancia na historia do Paraná - PR

Machado de Assis - Esaú e Jacó - Capítulo 60 - Manhã de 15

A ocupação e o povoamento do Mato Grosso do Sul - MS

Clima e relevo no estado de Santa Catarina - SC

A formação da cultura de Santa Catarina - SC

Capítulo 17 - Ursa Maior - Mário de Andrade - Macunaíma

Luís Vaz de Camões - Soneto 57 - De Vos me Aparto, oh Vida! Em Tal Mudança

Bacias hidrográficas do Mato Grosso do Sul - MS

Gonçalves Dias - Canção do exílio - Poesia

As comunidades quilombolas no estado do Paraná - PR

A imigração europeia no estado do Paraná - PR

Elizabeth Barrett Browning - Sonnet 43 - How Do I Love Thee?

Biomas brasileiros - PR

Relevo do estado de Mato Grosso do Sul - MS

Machado de Assis - Memórias Póstumas de Brás Cubas

Luís Vaz de Camões - Soneto 43 - Como Quando do Mar Tempestuoso

A população indígena na região do estado de Santa Catarina - SC

Luís Vaz de Camões - Soneto 45 - Leda Serenidade Deleitosa

Norte Catarinense (Mesorregião) - SC

Outros Links:


Obra completa de Machado de Assis

Machado de Assis - Dom Casmurro

Machado de Assis - Quincas Borba

Machado de Assis - Memórias Póstumas de Brás Cubas

O Diário de Anne Frank

Educação Infantil

Bíblia Online

História e Geografia

Casa do Sorvete

Sanderlei Silveira

Conheça seu Estado - História e Geografia

Poesia em Português, Inglês, Espanhol e Francês

Santa Catarina - História e Geografia

Paraná - História e Geografia

Mato Grosso do Sul - História e Geografia

São Paulo - História e Geografia

Mário de Andrade - Macunaíma

Adolf Hitler - Mein Kampf

SAP - Treinamentos

Datasul - Tutoriais

Nenhum comentário:

Postar um comentário